quarta-feira, 20 de outubro de 2010

TV de Qualidade no Brasil parece UTOPIA

As emissoras nacionais cada vez menos se preocupam com a qualidade da programação e, quando acontece, os horários não são acessíveis aos telespectadores

A TV brasileira está cada vez mais com programações que visam somente o entretenimento das pessoas e com pouquíssima qualidade reflexiva sobre os temas do dia-a-dia.

Claro que após um longo dia de trabalho as pessoas almejam assistir algo que as façam relaxar. Porém, a programação existente com Busão do Brasil, A Fazenda 3,  Super Pop e, logo mais o BBB sei lá que número torna expectador um mero fantoche em frente à televisão.

Mas não vmaos deixar a discussão somente na programação das próprias emissoras. Os filmes exibidos são "hollywoodianos" em geral e não fornece informação alguma de qualidade.

As emissoras "Canal Futura" e "TV Cultura" são as que têm a melhor programação e qualidade nos produtos oferecidos.Em relação aos 02 canais citados se sabia que a programação é mais cultural e informativa. Porém, ainda sim existem críticas a ser feitas.

Os melhores programas, filmes e documentários são exibidos à noite. Mas não à noite em um horário em que os trabalhadores possam assistir sem que seu sono seja prejudicado. Afinal de contas, grande parte dos brasileiros acordam no máximo às 06 da manhã para iniciar a jornada de trabalho.

Filmes e documentários sobre o Nazismo, Segunda Guerra Mundial, escola francesa para imigrantes de diversas origens e o próprio cinema brasileira são exibidos às partir das 23h30m e terminam por volta de 01 da manhã. Dessa forma as pessoas não têm condições de assistirem uma programação informativa e de qualidade.

Fica claro que os canais mais badalados como "Globo" e "Record" não têm intenção de inserir e produtos de qualidades e as emissoras citadas acima quando exibem são em horários alternativos.

Claro que futebol e uma novelinha de vez em quando é sempre bom. Mas conteúdo qualitativo para a sociedade seria melhor ainda para o futuro e o desenvolvimento da nação.

Um comentário:

Vivian disse...

Falou e disse Thigs!