sexta-feira, 24 de junho de 2011

Festival de Parintins atrai cerca de 100 mil pessoas

Cultura, tradição, religião e o imaginário popular são marcas da festa amazonense

Por Thiago Marcondes

O Festival Folclórico de Parintins, no estado do Amazonas, inciou-se em 1964 e acontece anualmente no mês de junho onde reune tradições e histórias locais em uma disputa sadia pelo título entre os 02 únicos grupo da região, o Boi Caprichoso e Boi Garantido.

No começo o festival era conhecido somente pela população local, já que o carnaval no eixo Rio-São Paulo domina as festividades culturais das telinhas. Com o tempo a divulgação da festa passou a ser difundida, de forma vagarosa é claro, por todo o país de forma que toda a nação conheça a diversidade cultural existente no Brasil.

Cada grupo se apresenta por 03 horas durante os 03 dias de festa. O bumbódromo, onde Caprichoso e Garantido levam seus carros, integrantes e fantasias e as músicas que misturam a religiosidade, tradição, cultura e imaginário popular, tem capacidade para cerca de 35 mil espectadores.  Durante o perído de festa a cidade chega a receber cerca de 100 mil turistas que ajudam a movimentar a economia local..

A ordem das apresentações são definidas por sorteio previamente realizado e o bumbódromo fica divido entra as cores azul e vermelha que representam os bois. O respeito pelo trabalho e a apresentação do adversário é tamanho que no momento em que o Caprichoso se apresenta a torcida do Garantido fica em silêncio e vice-versa.

Os patrocinadores do evento, em suas placas publicitárias, preservam a cor de cada grupo para não perderem consumidores durante o festival já que a rivalidade entra ambos é grande e acirrada.

A Coca-Cola, por exemplo, não tinha seu produto consumido pelos admiradores do Caprichoso que preferiam a Pepsi por conta da cor da lata. Assim, decidiu inovar durante a festa e lançou uma embalagem com azul.


Os organizadores do festival, os participantes e a população preferem manter a tradição e a cultura da festa do que vender-se às grandes corporações para conseguirem dinheiro. Com garra e força de vontade conseguem levantar verba para patrocinar o evento sem que a caracterísitca principal, as cores, sejam perdidas.

A festa de Parintins atualmente é transmitada pela Rede Bandeirantes e hoje estará nas telas à partir das 21h. Às 00h uma pausa para o jornal e 30 minutos mais tarde voltará com a programação diretamente do norte do país, para mostrar ao Brasil que cultura e festivais bonitos não estão somente no eixo Rio-São Paulo e no carnaval do nordeste.

Thiago Marcondes é Jornalista

Um comentário:

Blog Cinthia disse...

Achei muito lindo o festival, não vejo a hora de conhecer o Amazonas e assistir de lá, não somente pela tv.