segunda-feira, 16 de maio de 2011

Machu Picchu: cansativo, mas valioso

A viagem até Águas Calientes durou cerca de 03 horas, mas a paisagem encantadora compensa o trajeto

Por Thiago Marcondes

Águas Calientes (Machu Picchu) - O caminho para chegar à cidade Inca mais famosa é longo e demorado. Os trens antes saiam de Cusco, mas por conta de um deslizamento de terra os passageiros sao levados à estacao de Ollantaytambo.

Os viajantes sao levados de van até a cidade de Ollantaytambo, que demora cerca de 01h e 01h30, para finalmente pegarem o trem. A locomotiva sai no horário marcado e as primeiras sempre sao as mais caras, como a "Vista Dome".

Ao olhar percebe-se uma composicao luxuosa. Assim, aqueles viajantes que compraram para o vagao "Expedition" como eu pensam que irao em um trem bem simples. De certa maneira ele também tem seu luxo e é bem confortável.

A paisagem durante o percurso deixa o viajante encantado durante o período de 1h30m até chegar em Águas Calientes, ponto de entrada para Machu Picchi. Muitos preferem chegar, visitar a cidade Inca e voltar á Cusco, o que de fato é bem mais barato. Mas pode-se optar por ficar na cidade e visitar o mercado, a Praca de Armas, as catarates e também lugares com águas termais.

Preferi ficar aqui por 01 dia e ir à cidade Inca somente em 13/05. Alguns me disseram ser besteira porque nao há praticamente nada na cidade e outros falaram ser bom para descansar.

Optei pela segunda proposta porque desde que saí do Brasil passei mais tempo nos meios de transporte. Sábado foram 03h30m de voo com conexao, domingo 04h de viagem de ônibus, segunda 03h30m em um barco para realizar o passeio à "Isla del Sol", terca mais 03h do ônibus para chegar ao Perú e 01h em um passeio de barco. Quarta viajei por 07h para sair de Puno e chegar à Cusco e hoje mais 03h até Àguas Calientes.

Foi cansativo até o momento e as saudades da família, casa e namorada me dominam ao ponto de querer voltar ao Brasil o mais rápido possível. A passagem está marcada para 25/05, mas creio que voltarei antes. De qualquer forma as paisagens sao belas e vale à pena todo o sacrifício.

Thiago Marcondes é Jornalista

Obs: desculpem a falta de acentuacao, mas os teclados no Perú sao diferentes dos usados no Brasil.

Nenhum comentário: