quarta-feira, 30 de março de 2011

Cada um por si e a Globo por todos

O Campeonato Brasileiro de 2012 tinha tudo para encerrar uma era do monopólio de transmissão, mas como sempre houve uma pequena manobra e tudo indica que nada mudará

Por Thiago Marcondes Paulo

Nos últimos dias, ou semanas se preferir, a mídia esportiva (com exceção da Globo) tem destacado sempre o acordo com os clubes para a tranhsmissão do campeonato brasileiro de 2012 na TV aberta e, também, na T.V. paga.

O famoso Clube dos 13 sempre negociou os acordos com a T.V. e era quem repassava a verba aos cofres dos times e, em muitos casos, com antecedência para que quitassem suas dívidas e conseguissem uma sobrevida. Tudo isso por conta de má gestão no futebol, uma atrás da outra, que enriquece ilicitamente alguns poucos poderosos no mundo da bola.

Times romperam com o Clube dos 13 por saberem que conseguem receber mais dinheiro se negociarem sozinhos. Apoiados pela C.B.F. tomaram essa medida e deixaram outros na berlinda e sem saberem o que fazer.

Corinthians e Flamengo alegam que por terem as maiores torcidas do Brasil devem receber mais. Palmeiras e Botafogo, logo em seguida, na escala feita pela Globo, no início disseram não aceitam menos dinheiro que seus rivais, mas depois voltaram atrás.

Aliás, o alvi-negro paulista diz ter direito porque quando joga e toma gol os fogos de artíficio são muitos, o que se pode compreender que os torcedores dos demais clubes assistem seus jogos. Absurdo para uns e verdade para outros, isso realmente acontece, pelo menos no bairro onde moro, mas não significa que eu legitime o argumento.

No meio disso tudo o clube mais prejudicado até o momento foi o São Paulo, já que em 2011 somente 04 de seus jogos passarão na T.V aberta o que indica um início de retaliação. O tricolor não está em lua-de-mel com a C.B.F. faz tempo por conta de não ser sede da Copa do Mundo de 2014, conforme debatido no artigo "Tristeza para uns e felicidade para os outros".

Por estar com problemas políticos com Ricardo Teixeira, nosso ditador do futebol, o São Paulo não rachou com o Clube dos 13 e tem dificuldades de negociar suas partidas. Consequentemente isso prejudicará nos contratos com patrocinadores, pois uma vez que não estará na T.V. não terá como exigir grandes cifras.

Além do próprio clube seus torcedores são prejudicados porque não terão como ver o time do coração na T.V. Como sabemos, no Brasil nem todos têm acesso à T.V. paga devido as condições sociais. Soma-se à isso as pessoas que gostam de um bom futebol, independentemente para quem torcem, e que não terão como prestigar um time que em 2012 poderá ainda contar com o talento de Lucas e Luis Fabiano.

Aos torcedores somente resta uma opção: boicotar a Globo. Os são-paulinos provavelmente farão isso, mas se todos aqueles que realmente gostam de futebol tomarem a mesma atitude talvez o Brasil não precise mais passar por um monopólio da transmissão do campeonato brasileiro.

Um comentário:

Daniel Rezende disse...

Muito bom Thiagão!