sábado, 12 de outubro de 2013

Dia das Crianças por um mundo melhor

Por Thiago Marcondes

            Dia 12 de outubro é feriado de Nossa Senhora da Aparecida, a primeira padroeira do Brasil, mas também se comemora mais duas datas que são: o Dia das Crianças e o Descobrimento da América.

A data, apesar de ser muito importante historicamente para os católicos e para todos os brasileiros por causa da chegada de Colombo, tem sido enfatizada pelas propagandas de televisão, rádios, jornais e internet com o intuito de aumentar a propaganda e, consequentemente, o lucro das empresas.

            A criançada fica maluca quando outubro se aproxima e os pedidos aos pais começam a pipocar logo em agosto. Ganhar presente é algo bom, mas a cultura do consumismo no Brasil faz que datas importantes sejam simbolizadas pelo simples ato de consumir, consumir e consumir.

            Não se tornou algo raro de presenciar crianças alucinadas por irem ao shopping para comprarem roupas de marca, presentes caros e depois mostrar aos amiguinhos. A atitude da criança, em alguns casos, pode ser sem pensar nas consequências, mas de certa maneira isso gera um “status” em sua turma. Sem perceber isso vira ostentação.

            O mundo está em um momento onde milhares de pessoas passam fome, não têm acesso à educação e água potável, além da saúde, claro. Não se faz aqui um pedido aos pais para não comprarem presentes aos filhos, mas sim para conscientizá-los que algo de bom pode ser feito.

No dia 12 de outubro, se possível, presenteie seu filho com o melhor presente do mundo. Mas não esqueça educá-lo, torná-lo um cidadão e que ele pode mudar algo com suas atitudes.

            Para esta postagem eu poderia colocar minha foto quando criança, mas decidi selecionar a imagem de uma criança africana que luta todos os dias para conseguir um copo de água, um prato de comida e, talvez, a chance de estudar e ter um futuro melhor. O momento parece oportuno, pois em questão de dias duas embarcações afundaram na costa italiana e centenas de pessoas perderam suas vidas enquanto tentavam algo melhor.


Thiago Marcondes é pós-graduando em Gestão de Projetos.

Nenhum comentário: